sábado, 14 de junho de 2008

13

Pensei em escrever algo sobre a sexta feira 13, daí fiquei macucando um conto pessoal com bastante sangue e horror seguido de um relato de sessões cinematográficas infantis, mas depois que minha gata preta meteu o nariz no galão de tinta, deixando seu focinho azul, achei que a data-coincidência merecia passar desapercebida. É bonito quando você, angustiado e desanimado, procura no dia-a-dia, nos misticismos casuais e na suja caixa de lembranças uma inspiração cruel qualquer e termina recebendo uma expressão animal tão boba.

Não tem desânimo que resista.

Um comentário:

Sofia disse...

Pô.

Desde que eu sei o que é, esta foi a primeira setxa-feira 13 que me passou completamente despercebida. Só vi no calendário agora, que li o post...

Me sinto estranhamente alienada.