sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

O gato por dentro

Todo dia que chego em casa morto de cansado, tiro meu sapato ou sandália na sala e vejo minha gata se aproximar para cheirá-los. Isso já faz parte de minha irrelevante rotina e é nesse momento que tenho meu meio minuto de reflexão sobre o que fiz do dia, pois fico imaginando aquela mente felina recriando cada um dos lugares por onde passei.

3 comentários:

disse...

Coitada da gata, vai saber por onde tu passou, né?

Bjo

Saudade de tu

Marco Bonachela disse...

Adoro esse livro.

Bárbara disse...

Ai, como foi prazeroso ler "O gato por dentro" e perceber que alguém, além de mim, amava os gatos e percebia a delicada aura que os envolve. Então, fiquei ainda mais feliz... Parabéns por citar ele em seu blog.